Publicado em: 02/09/2022
23

Construção de sanitários acessíveis em capela tombada tem previsão de conclusão em outubro

A construção dos sanitários era um sonho antigo da comunidade. Em visita técnica, a equipe do Semente verificou o cumprimento das etapas do projeto, em fase final


Está prevista para o mês que vem a entrega dos sanitários acessíveis da Capela Nossa Senhora da Boa Morte, em Belo Vale, a pouco mais de 80km de Belo Horizonte. Nessa quinta-feira (01), a equipe técnica do Semente esteve no distrito de Boa Morte em visita de monitoramento referente à execução do projeto.

A construção, tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha/MG), passou por obras de restauração, com duração de quatro anos e conclusão em 2016. Na época, por questões arquitetônicas e de localização, optou-se pela retirada do banheiro existente.


Segundo o coordenador de projetos ambientais e culturais da Associação do Patrimônio Histórico, Artístico e Ambiental de Belo Vale (Aphaa/BV), Tarcísio Martins, responsável pelo cadastro do projeto na plataforma, desde a restauração e retirada do banheiro, a comunidade não encontra local público similar em dias de missa e atividades festivas da comunidade.

“Estão sendo construídos dois banheiros, inclusive com acesso para pessoas em situações especiais. Isso foi um pedido da comunidade, pois em dias de festas ou missas não há um lugar adequado para uso dela. Havia uma expectativa para resolver tal demanda, já que os indivíduos ficavam buscando banheiro nos bares, casas, etc”, explica. Ainda conforme Martins, o banheiro retirado na reforma de 2016 interferia na paisagem. “Agora, estamos fazendo os novos sanitários atrás da capela, seguindo o estilo barroco, tudo aprovado pelo Iepha”, afirma.


O Projeto

O projeto arquitetônico de instalações sanitárias inclui cabines acessíveis e área de serviços, conforme a norma NBR9050. Além disso, acompanha o "Memorial de Especificações de Materiais e Serviços", aprovado pela MITRA – Arquidiocese de Belo Horizonte, Iepha-MG e Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Cultural e Natural de Belo Vale. A obra é executada atrás da Capela da Boa Morte, local recomendado pelo Iepha. O patrimônio, construído em 1731 e restaurado em 2016, apresenta estilo barroco com elementos do rococó.

A coordenadora do Semente, Renata Fonseca, explica que a execução dos sanitários é uma ação de cidadania. “Trata-se de uma prioridade para atender às necessidades das pessoas da comunidade, que frequentam os eventos no largo e na capela. Oferece conforto, higiene e segurança, uma vez que não dispunham de serviços de saneamento básico satisfatórios. Espera-se que essa ação socioambiental promova a educação com atos saudáveis e proporcione melhor qualidade de vida para um local histórico”, enfatiza.

Tarcísio Martins avalia a importância do acompanhamento realizado pela equipe Semente. “O trabalho da equipe da Plataforma é essencial para a transparência dos projetos. Estamos em contato constante com os técnicos, que nos atendem prontamente, tiram as dúvidas e tudo ocorre em perfeita harmonia”, celebra.


A Capela

De acordo com a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, a Capela foi construída no século XVIII e mantém a arquitetura dos ruralistas portugueses, com duas torres laterais e duas janelinhas no centro da fachada. O corpo da capela é alongado para os fundos. A construção em Boa Morte abrigou a primeira instituição de ensino para mulheres, no Estado.


Solange e Maurício moram em uma casa ao lado da capela. “Estamos aqui há 16 anos e, sempre que tem missa, as pessoas pedem para usar o banheiro da nossa casa. Em dias de festa, a situação é pior”, disse Solange. “Estamos muito felizes em ver o sonho da comunidade se realizando, pois esperamos esse banheiro há, pelo menos, seis anos”, completa Maurício.

Irene também é vizinha da capela. "Esses banheiros são muito necessários e tudo que vem para a nossa comunidade será recebido de braços abertos”, pontua. As obras estavam previstas para começar no início do ano, mas houve a necessidade de adequação do projeto aprovado pelo Iepha em 2015. Com isso, os trabalhos tiveram início no último mês de agosto e têm previsão de conclusão para o próximo mês.

Realizadores

Endereço

Rua Matias Cardoso, 63 - Salas 1301 e 1302 - Bairro Sto. Agostinho, Belo Horizonte-MG, CEP 30170-914

Contato

31 3643-7604
semente@cemais.org.br

Acesso à plataforma

      
@2023 Projeto Semente  I  Todos os direitos reservados
CNPJ: 08.415.255/0001-27

Termos de uso
Privacidade
Preferências de cookies
Desenvolvimento: